Qual é o segredo de quem pratica leitura dinâmica?

 

A leitura dinâmica é uma habilidade muito desejada entre a maioria dos leitores ávidos.

Seja por um entretenimento ou por questões profissionais, quem lê rápido desfruta de certas vantagens, entre elas, a otimização do tempo e até mesmo a melhor assimilação do conteúdo.

Este último aspecto pode ser curioso, mas também assim é a nossa mente. Quer entender o motivo? Continue lendo o texto – na velocidade que você preferir.

Leitura rápida x Leitura silábica

A velocidade de leitura é diferente para cada pessoa. Quem cultiva com frequência o hábito de leitura, por exemplo, possui naturalmente uma facilidade maior para reconhecer as palavras.

No entanto, não é isso que diferencia o leitor silábico de quem pratica a leitura dinâmica.

Quando a criança começa a ser alfabetizada, seu aprendizado acontece por meio do reconhecimento das sílabas e, só então, faz a associação com o objeto.

Esse método é necessário para que a criança entenda como as palavras são formadas, mas não precisa ser repetido ao longo de toda a vida.

O processo de leitura por sílabas é lento e, por esse exato motivo, atrapalha o cérebro causando distrações. Isso acontece pois nosso cérebro recebe informações fragmentadas, que dificultam a assimilação eficiente das ideias centrais de um texto.

 

<<< Quer conhecer o melhor curso de Leitura Dinâmica???  >>>

Leitura por imagem mental

O leitor dinâmico faz o caminho contrário: reconhece primeiro a ideia que está relacionada aos elementos gráficos, ao invés de identificar as estruturas que compõem as palavras.

Portanto, não trata-se apenas de “ler rápido”, mas de assimilar melhor a informação por meio de uma imagem mental.

Quem pratica leitura dinâmica não lê por sí-la-bas, mas assimila a ideia como um todo, coordenando o movimento dos olhos e o cérebro. E para isso é preciso muito treino.

A quebra do modelo mental aprendido na infância

Para a leitura dinâmica o padrão de movimento dos olhos é essencial.

O treinamento ocorre por meio de exercícios, que ajudam a criar pontos de fixação por toda a página, ao invés de recair em cada uma das sílabas.

Isso quer dizer que o campo de visão do leitor dinâmico é melhor aproveitado, precisando apenas fixar duas ou três vezes em cada linha da página.

Outro ponto importante é a necessidade de não pronunciar as palavras. Isso, por exemplo, não acontece só quando utilizamos nossa voz para criar sons.

Vamos fazer um teste?

Pare um momento e pense em como você está lendo essas palavras? Existe uma vozinha na sua mente repetindo cada sílaba? Isso atrapalha o processo de leitura dinâmica.

Todas essas “manias de leitura” podem ser trabalhadas através de exercícios específicos, que devem ser repetidos constantemente.

Da mesma forma que não nascemos sabendo ler, também não nos tornamos leitores dinâmicos sem um aprendizado específico.

Para alcançar um nível rápido de leitura é necessário entender as técnicas e coloca-las em práticas constantemente, afinal, não temos os poderes do Superman. Ou temos?

 

Artigo extraído do site www.aegisconsultoria.com.br

 

<<< Quer conhecer o melhor >>>

<<<curso de Leitura Dinâmica??? >>

Share this article

Comments are closed.